"Em comunicação não basta focar o destino é preciso observar a ponte" Carlos Parente (Obrigado! Van Gogh)

domingo, 14 de setembro de 2014

O que as empresas dos sonhos têm que ter, segundo os jovens

Salário inicial competitivo não passa nem perto dos atributos mais valorizados pelos jovens em empresas. É o que revela pesquisa da Universum com 64,4 mil universitários brasileiros.

Ou seja, quando se trata de carreira, a geração Y no Brasil - tida como imediatista por muitos - pensa mais no longo prazo, diferentemente de jovens de outros países.

“O Brasil é um dos únicos países pesquisados onde a remuneração não está entre os dez atributos mais atrativos para os universitários”, diz André Valias Siqueira, gerente da operação da Universum no país.

 Por aqui, começar a carreira em uma empresa que seja uma referência para a trajetória profissional no futuro é o que mais pesa para os universitários. Treinamento e desenvolvimento e oportunidades de crescimento também estão entre os principais atrativos.

Veja o peso destes três e outros 7 atributos, na opinião dos universitários entrevistados pela Universum Ranking Atributo % de jovens que o consideram importante

 1º Boa referência para o futuro de carreira 60,60%
 2º Treinamento profissional e desenvolvimento 55,20%
 3º Caminho livre para ascensão profissional 53,70%
 4º Ambiente de trabalho criativo e dinâmico 51%
 5º Líderes que apoiem o desenvolvimento profissional 50,60%
 6º Meritocracia 48,20%
 7º Altos ganhos no futuro 47,70%
 8º Estabilidade no emprego 47,40%
 9º Respeito pelos funcionários 46,40%
10º Oportunidades de liderança 38,60%

Fonte: Exame
Disponível em:http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/o-que-as-empresas-dos-sonhos-tem-que-ter-segundo-os-jovens