"Em comunicação não basta focar o destino é preciso observar a ponte" Carlos Parente (Obrigado! Van Gogh)

sábado, 19 de junho de 2010

O que é SEO? Saiba como usar essa estratégia no jornalismo

Izabela Vasconcelos



Se você já se perguntou como notícias e anúncios aparecem nos primeiros resultados de busca na internet, já esteve perto de Search Engine Optimization (SEO), conhecido como mecanismo de otimização de buscas.

Muito usado pelo setor de serviços na web, o SEO tem sido adotado pelos principais portais jornalísticos. A ideia é que o domínio do site, links, títulos e tags da matéria ajudem a colocar o portal e suas notícias no topo da página dos buscadores, ganhando assim mais audiência.

O especialista em SEO, Márcio Okabe, da Konfide Marketing Digital, dá cinco dicas para jornalistas aplicarem a ferramenta em seu trabalho. Confira:

1) Use o Keyword Tool e Google Insights for Search
O Keyword Tool é um serviço do Google para verificar os volumes de busca de um determinado termo ou assunto. É muito usado por anunciantes, para saber a concorrência das palavras, já que quanto mais procurada for a palavra, mais cara ela fica para o anunciante. Mas a ferramenta também pode ser usada no jornalismo, para saber como as pessoas buscam na web e quais são os assuntos de interesse no momento.

A figura mostra a pesquisa pelo termo “Diploma Jornalismo” e apresenta qual forma de escrita é mais procurada pelos internautas. Ao clicar na lupa, abre-se a janela insights, onde a pesquisa pode ser mais detalhada.







A página Google Insights permite comparar dados de pesquisa na web. Além de mostrar o número de pesquisas por país ou cidade, a ferramenta mostra índices de pesquisas relacionadas ao tema que estão em maior nível de crescimento. O recurso também traz notícias sobre a palavra buscada e aponta o número de acessos das principais matérias.

Veja esse exemplo de insights do Orkut x Facebook. Enquanto o Orkut aparece em alta na busca no Brasil, no resto do mundo a rede está em baixa e o Facebook no topo das pesquisas.







2) Use tags no texto
As palavras-chave no texto, nos vídeos no YouTube e nos sites de compartilhamento de fotos, facilitam muito a busca. O SEO segue o conceito de “cauda longa”, onde se determina uma palavra-chave principal e subdivide o termo em várias outras relacionadas.

3) Seja flexível com o lead
“Existe uma resistência com isso, com repetição e outras coisas. Mas existem palavras essenciais para a busca. É melhor ficar no tradicional e não ser lido? Ou ousar um pouco e ser encontrado?”

4) Use âncoras internos
Uma reportagem pode ter vários desdobramentos, não precisa estar numa página só. “Você pode criar links internos, novas páginas”, enfatiza Marcio.

5) Permita o conteúdo colaborativo
As pessoas divulgam muito conteúdo pelas redes sociais. “Quanto mais participação, melhor para o site”.

Além dessas dicas, que podem fazer com que seu conteúdo seja facilmente encontrado, Márcio lembra que o jornalista deve ser mais criativo, manter um blog para divulgar suas ideias e prezar pelo conteúdo de suas matérias. “Só texto e foto acabou. O jornalista tem que ser mais criativo. O conteúdo é o rei na internet, como ele você conquista links naturais”, aconselha.


*Material do portal Comunique-se, disponível em:http://www.comunique-se.com.br/index.asp?p=Conteudo/NewsShow.asp&p2=idnot%3D56134%26Editoria%3D8%26Op2%3D1%26Op3%3D0%26pid%3D107416785025%26fnt%3Dfntnl

Nenhum comentário: