"Em comunicação não basta focar o destino é preciso observar a ponte" Carlos Parente (Obrigado! Van Gogh)

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Internet das Coisas: próximo passo do Facebook

Depois de anunciar seus planos de expansão para projetos de realidade virtual no último mês de fevereiro, o Facebook divulgou nessa semana, durante a F8 Developer Conference, o novo kit de desenvolvimento de software (SDK, sigla em inglês) com o objetivo de acompanhar o crescimento do fluxo de dispositivos conectados à web e aparelhos domésticos, pertencentes ao universo da Internet das Coisas.

A plataforma mobile construída pela empresa chama-se ‘Parse’, que irá dar todo o suporte através do aplicativo, desde produtos mais simples como termostatos inteligentes e portas de garagem a outros objetos um pouco mais elaborados, como escovas de dentes, camas e raquetes de tênis entre os produtos.

Ainda não se sabe ao certo como esse processo será executado, mas a preocupação deve estar centrada em fornecer uma boa experiência e feedback de conexão através da rede social. Mais uma tentativa de mudar os hábitos de consumo e estilo de vida de seus usuários. Eventualmente, estes produtos irão trabalhar em conjunto, transformando residências comuns em ‘casas inteligentes’.

Para dominar o universo ‘IoT’

A Parse foi adquirida em 2013 pela rede social e, como outras plataformas de suporte ao ecossistema ‘IoT’, possui uma infraestrutura de capacitação móvel de serviços de back-end (MBaaS) para microcontroladores e sistemas operacionais ‘real time’ (RTOS). Além dessa operacionalização, o Parse oferece gerenciamento de usuários, armazenamento de dados e funções de background, entre outros recursos.

A plataforma estará habilitada para ser usada pelos principais sistemas operacionais móveis (iOS, Android e Windows Phone). A placa microcontroladora escolhida foi a Arduino Yun, construída com suporte para redes de Ethernet e Wi-Fi. Outros serviços estarão à disposição de desenvolvedores para a criação de aplicativos de IoT que poderão ser controlados através do sistema de ‘cloud computing’.

Fonte: mobilepedia.com.br
 Data da informação: 08/04/2015

Nenhum comentário: