"Em comunicação não basta focar o destino é preciso observar a ponte" Carlos Parente (Obrigado! Van Gogh)

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Como vender para a Geração Y

Os próprios Baby Boomers que criaram a Geração Y (ou "Conectados", "Millenials", etc) e os levaram a acreditar que podem fazer e ser o que quiserem.


Eles nasceram entre 1977 e 1990 e, provavelmente, você já ouviu falar que eles não assistem TV e não lêem muito. Se não é mais possível acessar essa nova geração pela MTV, como vender para esses 71 milhões de consumidores que gastam mais de 200 bilhões de dólares por ano e, em breve, vão substituir a geração "Baby Boomer" como o maior percentual da força de trabalho? A resposta é simples, PARE de VENDER para eles.

Calma! Até o final do artigo tudo fará sentido.

Bea Fields, autora do livro "Millenials Leaders" tem uma teoria interessante sobre o assunto.

Ela afirma que foram os próprios Baby Boomers que criaram a Geração Y (ou "Conectados", "Millenials", etc) e os levaram a acreditar que podem fazer e ser o que quiserem. Suas vidas foram tão fáceis que agora acreditam que merecem viver primeiro. O trabalho fica em segundo plano. Portanto, o primeiro passo é paramos de nos chatear com essa geração criada por nós mesmos e compreender o brilho da Comunidade Y. Esta é a geração mais otimista que já caminhou na face do planeta. Eles se recusam a trabalham em uma empresa que não lhes confere alegria, por exemplo.

* Diversidade
* Viver primeiro, trabalho depois
* Tempo para os amigos
* Cuidar do meio ambiente
* Autenticidade
* Qualidade
* Inspirado em experiências
* Acesso à informação
* Aprendizagem contínua
* Desenvolvimento de carreira
* Liberdade de viajar

Algumas empresas conseguiram se comunicar de maneira eficiente com a Geração Y. Apple, Jet Blue e Red Bull são bons exemplos. Como as empresas falam com esse nicho? Para responder a isso, primeiro temos de entender os 4 critérios considerados pela Geração Y antes de comprar um produto ou serviço:

1) Preço barato
2) Boa qualidade
3) Serviço rápido

4) Uma Experiência

Quando a Apple criou o download de 99 centavos que demorava oito segundos para realizar a transação, foi um sucesso estrondoso com "Gen Y". A música é uma "experiência" única, a qualidade é incontestável, o custo é baixo, e a compra ocorre instantaneamente. O que a Apple fez direito? Falou diretamente com a Geração Y e fez a pergunta: O que você quer?


Vejam uma pesquisa sobre as 5 razões que fazem esses consumidores aderirem a uma marca:
67% - saber notícias e novidades sobre os produtos
64% - saber das promoções
41% - ver ou fazer o download de músicas e vídeos
36% - submenter suas opiniões
33% - se conectar com outros consumidores

Então, como conseguir atenção desses novos consumidores? Pense que vivemos em uma era onde a informação está em todo lugar e acessível para todos. A Geração Y é extremamente seletiva na hora de decidir quem vai ouvir. Basta dar uma olhada nos seus perfis nas redes sociais e entenderá que eles obtêm informações de outras pessoas e não a partir da mídia.



E a forma de comunicação não é o email. Aliás, eles acham ridículo você ainda se "vangloriar" dos seus 100 e-mails por dia.

Eles falam por SMS, 140 caracteres no Twitter, pelo chat do Facebook ou vêem uns aos outros no YouTube, às vezes, fazendo tudo ao mesmo tempo. E mais importante de tudo, eles não se importam com o que você tem a dizer a não ser que você tenha sido aprovado por seus amigos. Eles se preocupam com o que diz sua comunidade e levam sua rede de recomendações muito a sério.



É preciso entender que a Geração Y é uma "experiência" de cultura. Eles não querem que lhes digam o que gostar ou o que fazer. Eles querem experimentar o mundo e que isso passe pelo seu próprio julgamento. Eles gostam de estar nas trincheiras da vida... e com seus amigos.

Pois é lá onde você tem que "enfrentá-los" se quiser ser levado a sério e respeitado o suficiente para que eles comprem sua marca.

Veja alguns exemplos de onde encontrá-los:

* Shows (Gen Y adora música ao vivo)
* Eventos de Esportes Radicais (snowboard, skate, motocross, etc)
* Filmes (em geral)
* Eventos como caminhada (Eles adoram o ar livre)
* Jogos e Competições de jogos
* Sites de Redes Sociais (Facebook, MySpace, Orkut, YouTube, Twitter)
* Salões de tauagem (36 por cento deles têm pelo menos uma tatuagem)



E, antes de terminar, a palavra chave para você ganhar o respeito dessa moçada: AUTENTICIDADE.

Essa geração já viu de tudo. Desde guerras televisionadas à terremotos em tempo real. Eles sabem reconhecer algo real quando vêem e levam 3 segundos para julgarem a mensagem que você está tentando passar. Portanto, enquanto você ouve milhares de especialistas ensinando técnicas de como vender para a Geração Y, a dica aqui é: antes de VENDER, começe por OUVÍ-LOS. Saia com eles. Experimente a vida com eles. Respeite-os. Se fizer isso, sua visão da vida irá mudar. Você começa a se comportar de forma diferente, a assumir alguns novos valores. Depois de falar "com" eles e não "sobre" eles, vai se surpreeender que essa própria geração vai vender o seu produto do jeito deles!


Bem-vindos à Geração do Conteúdo e não da Embalagem! Ouvidos atentos e boas vendas!


Disponível em: http://www.cidademarketing.com.br/2009/ar/110/como-vender-para-a-gerao-y.html

Nenhum comentário: