"Em comunicação não basta focar o destino é preciso observar a ponte" Carlos Parente (Obrigado! Van Gogh)

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Dia Nacional das Relações Públicas

Gente tenho o MAIOR ORGULHO DE SER RELAÇÕES PÚBLICAS, e comemoro o dia 02 de dezembro com muito gosto.



PARABÉNS AMIGOS RRPP!!!


Dani Cabraíba



Que dia é hoje?



Que dia é hoje? Hoje é dia 2 de dezembro. No calendário geral de datas comemorativas verifica-se que no dia 2 celebra-se o dia Internacional para Abolição da Escravidão (ONU) (1949); do Advogado Criminalista, da Astronomia, da Pátria dos Emirados Árabes Unidos (1971), Nacional do Samba, do Sambista, do Pan-Americano da Saúde, do Cronista Esportivo, do Serviço de Saúde da Aeronáutica, da Santa Viviana, de São Cromácio, do nascimento de D. Pedro II (1825), e, em especial, no dia 2 dezembro é o Dia Nacional das Relações Públicas.

Por que eleger o dia 2 dezembro? Qual teria sido a origem dessa data? Teria sido por causa do primeiro curso de Relações Públicas no Brasil? Teria sido pela regulamentação da profissão? Ou, ainda, teria sido em virtude do primeiro livro brasileiro sobre relações públicas? Até poderia ser. Mas o primeiro curso de Relações Públicas no Brasil foi implantado na Escola de Comunicações e Arte da Universidade de São Paulo (ECA/USP) em 15 de junho de 1966. A divulgação do Decreto n° 63.283, em 26 de setembro de 1968, regulamentou a Lei n° 5.377/67, de 11 dezembro de 1967, que regulamentou a criação dos Conselhos Federais e Regionais de Relações Públicas. Já o primeiro livro foi publicado em 12 de setembro de 1962, em São Paulo, por Cândido Teobaldo de Souza Andrade, com o título “Para Entender Relações Públicas”.

A escolha de uma data é sempre representativa em relação a uma categoria profissional, a um fato marcante na vida de um país, de um Estado, até mesmo um acontecimento que lembre um momento histórico, por exemplo. O dia 2 dezembro, é o Dia Nacional das Relações Públicas, instituído e sancionado pelo Decreto-Lei nº 7.197, de 14 de junho de 1984. O autor do Projeto de Lei da Câmara n° 75, de 1980, foi o deputado e sócio da Associação Brasileira de Relações Públicas (ABRP), Divaldo Suruagy. Essa data estabelecida é declarada em função do Patrono Nacional das Relações Públicas, Eduardo Pinheiro Lobo, nascido em Penedo, Estado de Alagoas, em 2 dezembro de 1876, e falecido em São Paulo, 15 de fevereiro de 1933. Lobo ficou conhecido como o “pai das relações públicas” por ter sido o primeiro no Brasil, em 1914, a criar e gerenciar um departamento de Relações Públicas na The São Paulo Tramway and Power Co. Limited, a Companhia Paulista de Energia Elétrica Ligth. Publicou em 30 de janeiro de 1914 o “Aviso Geral” que criava o Departamento de Relações Públicas da empresa, setor especializado para cuidar do relacionamento com os órgãos da imprensa e com os poderes concedentes. Redigiu o aviso em inglês, como era usual na época e por se tratar de uma companhia canadense, mas destaca-se que Relações Públicas foi escrito em português, e talvez também tenha sido essa a primeira vez que a palavra foi escrita em português no Brasil. O documento pode ser considerado como a “certidão de nascimento das Relações Públicas no Brasil” e foi assinado por W.G. MacConnel, o então assistente do Superintendente Geral daquela companhia.

Há 25 anos o “Dia Nacional das Relações Públicas” faz parte das comemorações de entidades de classe, professores, acadêmicos e profissionais. O curso de Relações Públicas da Universidade do Vale do Itajaí, pioneiro no Estado de Santa Catarina, criado em 1997, expressa por várias ações de divulgação a comemoração dessa data, pois considera importante legitimar a profissão e solenizar a data.

Mas, o mais formidável, é que nesse dia, em todo o território nacional, profissionais se abraçam, cumprimentam e parabenizam-se com objetivo de legitimar e dar visibilidade e credibilidade à profissão de Relações Públicas.

João Carissimi,
relações-públicas, Conrerprssc nº 969

disponível em:
http://rpnarede.wordpress.com/2010/12/02/dia-nacional-das-relacoes-publicas-3/

Nenhum comentário: