"Em comunicação não basta focar o destino é preciso observar a ponte" Carlos Parente (Obrigado! Van Gogh)

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Marketing direto: A arte de conquistar com palavras

Pare tudo, não comece a escrever ainda. Antes de qualquer coisa, saiba qual é o foco da sua comunicação. Faça a si mesmo as seguintes perguntas: qual a essência da mensagem que deve ser assimilada pelo público-alvo? Que tipo de impacto você deseja provocar em seu consumidor? Estreitar o relacionamento, incentivar uma ação de venda, anunciar um produto novo?

 Seja o que for a informação a ser transmitida, primeiro pesquise a fundo o seu cliente, saiba com quem você irá falar. Investigue, tente entender o que ele anseia. Lembre-se, nós só dominamos aquilo que conhecemos. E quando eu digo dominar, significa criar um vínculo de confiança e empatia.

 Depois que você souber o que dizer e com quem irá se comunicar, chegou a hora de colocar as ideias no papel. Em primeiro lugar, seja objetivo e direto, afinal, como o próprio nome diz, você está fazendo marketing direto. Seja amigável sem ser prolixo, ou seja, vá direto ao assunto desde o primeiro parágrafo.

 Cuidado com as palavras, cada uma deve ser muito bem pensada. Utilizar clichês fará com que o seu texto perca a credibilidade. Quer uma dica? Seduza com uma linguagem inteligente, argumentos pertinentes e principalmente, seja honesto.

 Não há quem resista a um texto verdadeiro e que tenha como principal finalidade transmitir mensagens relevantes, que leve benefícios reais ao cliente. O marketing direto é a arte de estabelecer uma relação personalizada com o consumidor, de forma a conhecê-lo o suficiente a ponto de oferecer o que ele realmente precisa. A sua missão é esta.

 Por Samia Yakzan, gerente de Comunicação da ZipCode

 fonte: http://adnews.uol.com.br/pt/artigos/marketing-direto-a-arte-de-conquistar-com-palavras.html

Nenhum comentário: